O Malbec do terroir perfeito ūüćá

Existem muitas maneiras de descobrir um novo e excelente terroir. Nicolás Catena costuma dizer que a sorte pode até ser um fator importante, mas não é nada se você não sabe o que está procurando. Compreender o que pode constituir um terroir extraordinário é particularmente desafiador nestes dias de mudanças climáticas.

Foi ele quem ousou plantar vinhas onde ninguém pensava que amadureceriam. Sua ideia revolucionária de cultivo em grandes altitudes deu origem ao Vinhedo Adrianna, localizado em Mendoza a quase 1.500 metros acima do nível do mar.

Ao longo dos anos, foi percebida a influência da altitude na pratica. À medida que se sobe as altitudes dos Andes, a temperatura média diminui e a amplitude entre as temperaturas diurnas e noturnas aumenta (ambiente que proporciona um clima ideal para a maturação das uvas). Além da altitude, as abundantes pedras brancas e ovais proporcionam uma drenagem ideal e temperaturas extremas. Absorvem o calor e moderam as noites, mas também funcionam como cubos de gelo depois de uma noite muito fria.

Os resultados foram t√£o positivos, que hoje, a equipe do Instituto Catena do Vinho se dedica a estudar cada metro, cada rocha, cada inseto e microrganismo deste vinhedo, tornando-o talvez o vinhedo mais estudado do mundo.

 

 


Eu Quero

 

Com produção de apenas 2.000 garrafas este cuvée que leva o nome de uma pequena parcela do vinhedo Adrianna que é totalmente coberta por pedras brancas ovais, é um Malbec extremamente aromáticos, rico e elegante. Originado a partir de uma seleção de cerca de 2,6 hectares do vinhedo Adrianna, em Gualtallary, fermenta (50% em cachos inteiros) em barris de 225 e de 500 litros, com posterior estágio de 20 meses em foudres e barris de carvalho francês. Um vinho cheio de vitalidade que é a pura expressão de seu terroir.

Recebeu not√°veis 97 pontos pelo Guia Descorchados, 99 por Robert Parker e 100 pts de James Suckling.



 

APROVEITE AGORA