Terre de Silex 2018

PRODUTOR:
Vignobles Berthier
PAÍS:
França
REGIÃO:
Vale do Loire
SELLER:
Élevage Brasil
R$ 415
Jancis Robinso, além de tecer elogios ao vinho, ainda o apontou com um dos grandes e longevos exemplares da região.

Vignobles Berthier

Nos anos 80, Jean-Marie Berthier se mudou para Sainte-Gemme-en-Sancerrois, a aldeia de sua esposa, onde construíram juntos o Domaine des Clairneaux. Em 1998 assumiram o Domaine de Montbenoit, em Coteaux du Giennois, um vinhedo que seu pai trabalhou por muitos anos e foi um dos primeiros viticultores a defender e iniciar esta denominação! Da união destas duas vinícolas, em ambos os lados do Loire, nasce a Vignobles Berthier oferecendo várias denominações do Centre-Loire, Sancerre, Giennois e Pouilly-Fumé. Em 2012, Clément (o mais velho dos irmãos) assume a vinificação e comercialização dos vinhos, depois de passar 2 anos no Canadá e Estados Unidos, como mestre assistente de adega no Vale de Willamette. No ano seguinte é a vez de Florian (o mais jovem) voltar para casa após aperfeiçoar suas habilidades de vinificação na Borgonha, Nova Zelândia e Oregon. O jovem enólogo administra os 25 hectares de vinhedos cultivados de forma sustentável, sem herbicidas, pesticidas ou anti-botrytis, em diferentes terroirs, sendo a maioria composta de sílex, calcário e argilo-calcário. Florian e Clément cultivam o solo com o objetivo máximo de destacar o terroir: “Quando se trata de vinificação, fazemos o mínimo possível, pois 80% do trabalho é feito nos vinhedos. Todas as etapas do processo de vinificação são realizadas com muito cuidado para manter nossos vinhos com baixo teor de enxofre. Para nos ajudar a fazer isso utilizamos o CO2 naturalmente presente no vinho, que o protege da oxidação”. Eles dizem ainda: “A vinificação não é nosso trabalho, mas nossa paixão. O importante para nós é aumentar o valor de nosso terroir para perpetuar o patrimônio familiar, porém com nosso toque de modernidade. É a partir deste sonho que nascem nossas colheitas de vinhos de vinhedo próprio: um Lugar, um Solo, um Vinho.”

Sauvignon Blanc

A Sauvignon Blanc é originária da França, onde é muito cultivada em Bordeaux e no Loire (procure por Sancérre e Poully-Fumé) e tem um grande diferencial: ao contrário de outras brancas (como a chardonnay) que possuem aspectos predominantes frutados, a Sauvignon Blanc traz elementos herbais e vegetais muito refrescantes. Isso deixa seus vinhos deliciosamente leves, com sensações “esverdeadas” e com gostinho de fim de tarde quente. Dependendo da região – se um pouco mais quente – esses aromas que lembram gramíneas, ervas, aspargo e tomate verde podem passar a frutas mais tropicais como maracujá, kiwi… Além disso, é uma uva que sempre deixa seus vinhos com alta acidez, o que aumenta a sensação de frescor em boca. Saiba mais sobre ela neste artigo da Revista Adega.