Sauternes Petit Guiraud (37,5 cl) 2016

PRODUTOR:
Château Guiraud
PAÍS:
França
REGIÃO:
Sauternes - Bordeaux
SELLER:
Belle Cave
R$ 310
Um inesquecível Sauternes, o maior vinho doce do mundo,

SAUTERNES

 

Para a produção de Sauternes, as uvas são colhidas à mão, baga por baga, através de múltiplas passagens no vinhedo. Apenas as uvas que são infectadas com Botrytis são colhidas.Como este fungo leva tempo para se espalhar, a colheita dura de 6 a 8 semanas desde meados de setembro até novembro, embora, às vezes, se estique até dezembro adentro. Em regra geral, uma videira de uvas botritizadas produz de 1 a 3 taças de vinho. O vinho final deve possuir um açúcar residual superior a 4,5% (45 g). Dependendo do percentual de Sémillon e de Sauvignon no corte os sabores podem variar do damasco até abacaxi, mas tem algo em comum todos os outros vinhos doces feitos a partir de uvas afetadas pelo Botrytis ou podridão nobre: o mel. O clima temperado de Bordeaux garante uma boa acidez nos vinhos para equilibrar o nível elevado de açúcar; algo que muitas vezes falta nos vinhos de sobremesa nas regiões quentes. Saiba mais sobre Sauternes na Revista Adega.

COLHEITA TARDIA

 

Há diversos vinhos "Colheita tardia" ou "Late Harvest" mundo afora. Essencialmente, eles são os vinhos naturalmente doces obtidos a partir de uvas em processo de sobrematuração no próprio vinhedo com concentração maior de açucares e perda de água. O “ponto” de colheita é muito importante, pois se não houver acidez para balancear o açúcar, o vinho pode se tornar cansativo. Pode ou não sofrer podridão nobre, quando ganham nuances mais complexas além do perfil da própria fruta ou madeira. São vinhos ideais para queijos azuis e sobremesas diversas, devendo acompanhar o grau de doçura da mesma. Conheça outros produtos aqui.