Nikolaihof Im Weingebirge Grüner Veltliner Federspiel

PRODUTOR:
Nikolaihof
PAÍS:
Austria
REGIÃO:
Wachau Qualitätswein
SELLER:
Belle Cave
R$ 409

Grüner Veltliner em vinificação sem intervenção. Uma excelente oportunidade para provar esta uva no auge de sua tipicidade.

NIKOLAIHOF


O local foi fundado pelos Romanos, como um forte, no ano 63 d.C. e passando ao controle de ordens religiosas após a queda do Império. Durante séculos foi uma importante propriedade eclesial, com a construção e reforma de igrejas, além da realização de sínodos locais e outras reuniões religiosas. A secularização da propriedade ocorre em 1803, fato que permitirá que, em 1898, ela seja adquirida pela família Saahs, proprietários até os dias de hoje. Sempre voltados a produção de vinhos, ciosos do legado milenar destes vinhedos, mantiveram os elevados padrões de qualidade que fizeram a fama de Nikolaihof. Mas uma mudança importante vem no ano de 1971. E neste ano que, sob o comando de Nikolaus e Christine Saahs, a produção da propriedade passa a seguir as práticas biodinâmicas, de acordo com a filosofia de Rudolf Steiner. Falamos aqui de um momento em que a produção de vinhos biodinâmicos era praticamente inexistente, de forma que o pioneirismo da família Saahs em Nikolaihof foi crucial para que muitos daqueles que hoje são vistos como referências incontestáveis na biodinâmica dessem seus primeiros passos nas décadas seguintes. Hoje sob o comando de Nikolaus Jr, a vinícola permanece comprometida com a qualidade de seus vinhos, identificados pelos vinhedos de onde se originam. São lançados apenas após prolongados estágios em cave, em grandes tonéis de carvalho antigos, chegando ao mercado, cheios de vida e energia, apenas quando estão, aos olhos de Nikolaihof, pronto para o consumidor, ainda que com um longo potencial de guarda em adega.

Wachau, o estreito vale do rio Danúbio que vai de Melk a Krems. produz vinhos extraordinariamente distintos crescem aqui em seus 1.344 hectares.. Alguns dos maiores vinhos brancos do mundo, com décadas de potencial de desenvolvimento, são produzidos nos melhores vinhedos, especialmente de Grüner Veltliner e Riesling.

A história de como uma das regiões vinícolas mais fascinantes da Áustria surgiu nos mostra um pouco sobre o quão único é este território:  ao longo de milhões de anos, o Danúbio esculpiu seu caminho serpentino e hoje os solos das rochas cristalinas dos terraços fornecem grandes locais para o cultivo de Riesling.

Esta combinação única de solo, clima e tradição dos viticultores foi reconhecida com a denominação de origem protegida "Wachau DAC". A partir da safra de 2020, há vinhos regionais típicos oferecidos em três níveis: nos níveis Gebietswein (o equivalente a um vinho regional) e Ortswein (o equivalente a um village), a diversidade do Wachau é vividamente refletida, porque além das castas principais Riesling e Grüner Veltliner, podem ser utilizadas outras castas permitidas na região. No entanto, na classificação Riedenwein, só podem ser usadas Grüner Veltliner e Riesling de vinhedos únicos, que refletem o seu já mundialmente conhecidos potencial excepcional guarda.  Nesta categoria é proibida chaptalização e carvalho aparente. Wachau DAC só permite colheita manual em todos os níveis. Conheça mais sobre a região neste artigo da Revista Adega.