Fontodi Syrah Case Via 2006

PRODUTOR:
Fontodi
PAÍS:
Itália
REGIÃO:
Toscana
SELLER:
Vinci
R$ 910,59
Um exuberante Syrah da Toscana para grandes harmonizações.

TOSCANA


Toscana é uma das regiões vinícolas mais famosas e muito conhecida por seus vinhos tintos secos à base de Sangiovese como Chianti, Brunello di Montalcino e Vino Nobile di Montepulciano. Berço ainda dos supertoscanos, onde reinam uvas francesas como Cabernet Sauvignon, Syrah e Merlot, tem muitas denominações reconhecidas e protegidas por uma série de DOC e DOCG. Suas áreas costeiras quentes e temperadas contrastam com as áreas do interior (particularmente aquelas nas colinas), onde o aumento da variação da temperatura diurna ajuda a manter o equilíbrio de açúcares, acidez e aromáticos das uvas, sendo perfeita para a Sangiovese. A região também é conhecida pelo Vin Santo e nos brancos, o notório Vernaccia di San Gimignano. Conheça mais sobre a região na Revista Adega

SYRAH/SHIRAZ


A Syrah (ou Shiraz) tem no norte do Vale do Rhone na França seu provável berço e lá origina vinhos especiais como das denominações de Côte Rôtie e Hermitage.  Também produz excelentes vinhos no sul da França, no Douro (Portugal), no Chile (com rótulos surpreendentes em climas mais frios) e na Austrália, onde origina diferentes estilos conforme a região de cultivo e vinhos de grande profundidade quando de uvas das poucas vinhas velhas preservadas do massivo e equivocado arranque indiscriminado do início da década de 80. Uma das características que melhor evidenciam a Syrah é sua alta adaptabilidade, gerando vinhos de diferentes perfis conforme seu terroir de cultivo. Em regiões mais frias mostra uma acidez mais aguda, enquanto nas mais quentes, ganha notoriedade a fruta e o corpo. Outro fator facilmente identificado em cultivos de climas quentes é a pimenta negra, que se origina da rotundona, um tipo de terpeno aromático que aumenta conforme o grau de amadurecimento.  Um uva surpreendente e que merece ser explorada pelos apreciadores. Conheça mais sobre ela na Revista Adega.