Brunello di Montalcino Riserva Duelecci Ovest DOCG 2015

PRODUTOR:
Tenuta di Sesta
PAÍS:
Itália
REGIÃO:
Montalcino
SELLER:
Belle Cave
R$ 1.119
Um Brunello de produção limitada e muita complexidade, para se apaixonar definitivamente pela categoria.

A Tenuta di Sesta


A Tenuta di Sesta está localizada na parte sul do município de Montalcino, entre Sant'Angelo in Colle e Castelnuovo dell'Abate, perto da famosa abadia românica de Sant'Antimo, numa encosta virada a sul, de 400 a 200 metros acima do nível do mar. A propriedade tem uma extensão de cerca de 200 hectares, dos quais 30 são cobertos por vinhas, e destes 13,07 estão registrados como DOCG para a produção de vinho Brunello di Montalcino, 7,4 hectares para a de Rosso di Montalcino DOC e 10.86 no registro de S. Antimo DOC. As terras restantes são principalmente cultivadas com olivais (45 hectares) e terras aráveis, ou cobertas por extensas florestas e vegetação mediterrânea.Desde 1995, a empresa é dirigida por Giovanni Ciacci, que agora é acompanhado por seus filhos Andrea e Francesca no gerenciamento comercial e agronômico. O envelhecimento tradicional, em grandes barricas de carvalho, e o manejo agronômico atento às mudanças climáticas e à proteção do território, são a melhor estratégia para a família Ciacci obter vinhos que melhor expressem o território de Ilcinese.

Sangiovese


Sangiovese é a variedade de uva mais plantada na Itália e praticamente sinônimo dos vinhos tintos da Toscana sendo a personagem principal de alguns dos grandes nomes do vinho italiano. A qualidade do vinho Sangiovese pode ser notoriamente variável. Mas, na década de 1980, técnicas de vinificação drasticamente aprimoradas viram uma mudança significativa em direção ao aumento de qualidade. Conhecida por seus taninos firmes e de alta acidez e natureza equilibrada e eclética, dependendo do local de produção e métodos de vinificação e envelhecimento. A seleção mais festejada de Sangiovese , sem dúvida, está em Montalcino, onde é conhecida como Brunello e desponta de forma mais tânica e com cor particularmente intensa, originando assim o Brunello di Montalcino, um dos vinhos mais nobres e longevos da Itália feito inteiramente desta especialidade de videira local. Brunello gosta e precisa de mais tempo em garrafa para se desenvolver do que até mesmo o mais severo Chianti Classico, mas o DOC Rosso di Montalcino identifica os tintos para consumo mais precoce dentro da região. Saiba mais na Revista Adega.