Baronesa P. 2019

PRODUTOR:

Baron Philippe de Rothschild

PAÍS:

Chile

REGIÃO:

Maipo

SELLER:
Seleção Adega
R$ 620
O nome do vinho é uma homenagem à Baronesa Philippine, alma do grupo Baron Philippe de Rothschild durante décadas. Considerado o tinto mais ambicioso da casa.

Somente 1 peça em estoque!

Baron Philippe de Rothschild

 

A companhia francesa Baron Philippe de Rothschild, dona do Château Mouton Rothschild em Bordeaux, participa da joint venture mais conhecida do Chile, a vinícola Almaviva, fundada em 1999. Nesse mesmo ano os franceses iniciaram paralelamente outro empreendimento no Chile: a vinícola Baron Philippe de Rothschild, orientada a vinhos um pouco mais acessíveis. A propriedade está localizada na comuna de Buin, no Vale do Maipo, 45 quilômetros ao sul de Santiago.

Philippine Mathilde Camille de Rothschild

 

O enorme legado de Philippine Mathilde Camille de Rothschild, uma das mais importantes personalidades do mundo do vinho. Ela começou a colaborar com o pai (o barão Philippe de Rothschild, falecido em 1988) no início da década de 1980. Primeiro, como uma espécie de embaixadora da marca. Foi dela, por exemplo, a ideia de criar uma exposição itinerante com as pinturas originais usadas nos rótulos, com o nome de “Mouton Rothschild: Paintings for the Labels”. Ela também foi responsável por concluir o projeto, iniciado pelo pai, de criação da vinícola Opus One, no Napa Valley, em parceria com Robert Mondavi. Além de ter conduzido a associação com a Concha y Toro, no Chile, que deu origem à vinícola Almaviva, lançou o Petit Mouton, segundo vinho do Château. Saiba mais sobre a história da Baronesa neste artigo da Revista Adega.